Pink About It

english

08 de abril de 2011

Bota de cano médio, pra quê te quero (?)

Está em todos os sites de street style, em todas as boas lojas de sapatos, em todas as revistas de moda, e muito provavelmente na sua wish list de inverno, não?

É a bota de cano médio, que entre as pouco usadas cuissardes (aquelas que vão quase até a coxa) e as velhas conhecidas – eu diria até borings – montarias (de comprimento até joelho), se destacou nos pés das moças mais antenadas no último inverno lá fora.

Muita gente tem dúvida sobre como usar este modelo, então vou dar a minha dica.

Acho que o look mais fresh, mais atual, está compreendido em uma palavrinha: contraponto.

É que entre as propostas de botas com cano de comprimento médio que vamos encontrar, há estilos diferentes.

Há os coturnos e derivados, genuinamente mais pesados, mas há também modelos mais delicados, com salto alto e, eventualmente, bico fino.

O look mais atual está baseado neste contrapeso aqui:

Quando a produção for mais pesada, com uma pegada rocker, militar, masculina e afins, os modelos de botas mais lights, mais delicados, fazem um belo contraponto, dando um toque de feminilidade.

E quando a produção for mais ladylike, de vestidos ou saias (curtas ou longas), rendas e outros elementos mais femininos, o coturno acrescenta um toque de rebeldia, e quebra a obviedade.

Mas como tudo na moda, é claro que tem mil outras formas possíveis e bacanas de usar os dois modelos.

E tem ainda a possibilidade de não usar nenhum, se pra você não colar, se não for ao encontro do seu estilo pessoal.

Se você se identifica com este último grupo, não encane. Apenas saiba que elas estão por aí, e que, neste inverno, você será bastante assediada por elas :)

beijos, @recallage

Imagens: StockholmStreetstyle e Lookbook nu.

P.S.: Nem todas as fotos tem botas de cano médio. Algumas tem ankle boots, outras um meio termo entre ankle e cano médio. Mas a idéia aqui, neste post, é explicar o conceito, a questão do contrapeso, e mostrar produções bacanas pra bota de cano médio mesmo que elas não estejam em todas as fotos.

07 de abril de 2011

Let it shine!

Há bastante tempo atrás li em algum lugar, provavelmente numa revista gringa, uma frase mais ou menos assim: o brilho é o hard glamour for the hard times.

Mas faz tempo mesmo, tanto que não sei se a frase era exatamente assim e também não sei precisar a fonte. Vogue inglesa, talvez.

O que posso garantir é o significado da expressão, que vc ter entendido assim como eu: que o brilho é uma espécie de indulgência, de extravagância, que cometemos como uma forma de escapismo em tempos difíceis (num contexto social).

Hoje, não sei se considero os tempos (tão) difíceis ou não – e isso é bem subjetivo – mas acho até que num contexto de mundo as coisas andam complicadas. E provavelmente mais complicadas do que na época em que li esta frase porque nunca vi tanto brilho numa única estação.

Isso deve render outros posts pra demonstrar, mas me refiro a presença ostensiva dos paetês à noite e até de dia, os maxi colares, maxi anéis de pedrarias tão exuberantes quanto seu tamanho, e por aí vai. É tanto brilho que ele chegou aos pés!

Quando estive em Londres, há 2 meses atrás, me apaixonei e adquiri este modelo de oxford miu miu que é brilho só, dá uma olhada!

Gostou?

Achei que não veria nada parecido por aqui e me surpreendi quando, pesquisando os lançamentos de inverno nacionais, achei estes modelinhos que se baseiam no mesmo princípio: let it shine!

Da coleção Inverno 2011 Mara Mac

E estes aqui, da nossa amada Schutz:

Então, se a frase lá de cima faz sentido pra você, tá aí uma boa dica de uma pequena grande indulgência e dose de exuberância.

Se ela não faz, e pra você os conceitos estão à parte, mas você é como eu e se apaixona por um sapatinho de princesa, que contrapõe o shape genuinamente masculino com um revestimento reluzente que só as lulus podem desfrutar, estamos igualmente nessa!

Come on let it shine?

beijos, @recallage

05 de abril de 2011

Cool donut – o resultado

Já ia esquecendo que fiquei de postar hoje, aqui, o resultado da minha experiência com o donut.

dá uma olhada aí, só não repara na carinha de fim de festa por que foi bem neste momento que esta foto foi tirada ;)

eu e minha amigona Dedé Ziegler no Arte e Moda do BarraShoppingSul.

Carinhas de fim de festa a parte, o donut é bárbaro, durou o evento inteiro, sobreviveu a uma chuva torrencial e a dica é quente mesmo, viu?

crédito da foto: lembro que o fotógrafo se chamava Michel e recebi essa foto através do facebook, pelos queridos da Tess Fashionbiz

beijos, @recallage

05 de abril de 2011

BRINCADEIRA FASHION

Toda a fashionista de plantão tem seu segredo.

E acho que muitas delas tem um hábito em comum, secreto ou não, que é colecionar as imagens preferidas de looks, cabelos, acessórios e roupas que um dia sairão do seu banco de dados e ganharão as ruas, ou aquele evento especial, numa produção “inspired by”.

Essa brincadeira fashion é minha dica de hoje.

A metodologia é livre.
Pode ser uma pastinha de inspirações no desktop do computador, uma coleção de bons lookbooks com stylings legais, a biografia inteira de uma musa inspiradora com quem vc se identifica ou tudo isso junto&misturado :)

No bacanérrimo pop box da Paula Merlo – que além de blogueira é correspondente em Londres da Vogue Brasil, ela convida pessoas legais para fazerem uma colagem pop. Confere aqui!

Eu, entre (muitas) outras coisas, gosto de brincar no polyvore, vendo os sets bacanas que outras pessoas criam, com peças que podem ser compradas no próprio site – infelizmente não aqui no Brasil – ou criando meus próprios sets.

A queridíssima Helô Gomes, do blog sanduíche de algodão, dia desses recomendou o Fashiolista, que é outra “ferramenta” bacana pra gente se divertir. Dá uma olhada na dica da Helô, na íntegra, aqui.

E ainda, descobri que a super charmosa Bia Perotti do Achados da Bia, tem sua inspiração na forma mais analógica, num grande mural como vc pode ver quando ela abriu a intimidade por dentro do seu closet.

O que a gente ganha com isso, além de se divertir?

Primeiro, a gente aprende a se conhecer, parando pra pensar sobre o que gosta e o que não gosta.

Depois, gasta menos dinheiro, deixando de fazer escolhas erradas, por que já pensou a respeito de sua própria imagem, como quer se vestir e o que precisa adquirir pra isso.

E mais importante do que tudo, cria algo único, raro e muito especial hoje em dia – em tempos de tendências – que é a formação do SEU estilo PESSOAL.

Ah, e vamos combinar que toda a mulher, pelo menos aquelas na faixa dos 30, como eu, tem dentro de si a menina que brincava de paper dolls, certo?

Let’s play?

Quem puser em prática manda a sua dica de “banco de dados fashion” pra renata@pinkaboutit.com.br que eu quero ver e, se não se importar, gostaria até de publicar aqui. Vamos trocar figurinhas :)?

beijos, @recallage

04 de abril de 2011

cool donut!

Hoje tem evento bacana no BarraShoppingSul, como já contei pra vcs aqui .

Estava pensando na produção e cheguei a conclusão de que precisava começar pelos cabelos já que estão precisando de corte, hidratação, uma boa “geral”, e, assim, não se prestariam pra qualquer penteado de cabelo solto.

Sob essas condições, só um bom truque pra salvar.

Então lembrei de uma dica bacanérrima que recebi da Lalá Noleto do blog da Lalá lá em Londres e que vai resolver o meu problema. E o nome dela é donut.

O donut é essa “esponjinha circular” aí, que a gente usa pra fazer um coque tipo princesa, super charmoso, fácil, fácil e bem rapidinho.

O truque não é novo. Não sei se usava donut, mas Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo imortalizou os coques altos.

E as princesas modernas, como Blake Lively em Gossip Girl, volta e meia fazem suas releituras no melhor estilo the messier, the better:

Neste vídeo, a Lalá – que é PHD no assunto, ensina a gente a usar:

Lalá Noleto ensina como fazer o coque donuts e uma maquiagem para viagem from Lalá Noleto on Vimeo.

Então, não é uma dica muito bacana?

Fiz uns testes offline aqui, e pro coque ficar bem perfeitinho usei um pente fino pra puxar o cabelo pra cima e depois passei este spray que, para mim que tenho cabelo fino, é ótimo porque fixa super bem.

Desde que adquiri meus donuts ainda não tinha tido oportunidade de usar, mas hoje parece que é o dia perfeito.

Vou prender as madeixas no coque princesa e depois posto a foto do look aqui, tá?

Nos vemos mais tarde no Barra?

P.S: Já estão me perguntando onde compra o donut.
Achei num site de venda on line, aqui ó bijoux4U. Só não posso falar da experiência de compra neste site por que nunca comprei. Quem experimentar, deixa conta pra gente num comment aqui?

beijos, @recallage

Destaques

Busca

Arquivos

Blogroll

Tags

Calendário

abril 2011
S T Q Q S S D
« mar   mai »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Newsletter

Muitas das imagens deste blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. nenhuma das fotos pertencem ao Pink About It, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver neste blog e você deseja sua remoção, favor enviar um e-mail para renata@pinkaboutit.com que prontamente a retiraremos do ar. Obrigada!!!