Pink About It

english

31 de agosto de 2011

Central Saint Martins photoshoot

O post de hoje seria a continuação da mini série Pic of the Day. Porém, acabo de apresentar um dos projetos de que mais gostei de realizar neste curso da Saint Martins, e como os professores e os colegas gostaram muito, e eu tbm, fiquei super feliz com o resultado, resolvi trocar o subject de hoje, pra dividir o resultado com vocês.

Estávamos num grupo de 4 pessoas e tínhamos que realizar um photo shoot de 4 fotos, uma sobre cada tema: esporte, guerra, religião e circo.

Tivemos 2 aulas ao todo para criar o conceito, fazer o styling (usando apenas as roupas que temos aqui, em nossa malas), fotografar e imprimir para apresentar. Cada uma de nós pegou um tema pra si, juntas criamos o conceito, fizemos a produção e as fotos.

A locação é o banheiro trash da Central Saint Martins, que como já contei, se muda no final do mês, e por isso mesmo está tudo caindo aos pedaços (como vcs vão poder ver). Ainda assim, que ambiente inspirador!!

Bom, mas não é que assim, correndão, só usando a criatividade (e se divertindo muuuito) a gente consegue fazer coisas bacanas.

Espero que vocês gostem tanto de ver quanto nós gostamos de fazer.

um beijos especial para os meus amazing teachers Harriet e Julian, e para as colegas que participaram deste trabalho: Sophia, Bárbara e Zifei.

beijos, @recallage

30 de agosto de 2011

Pic of the day #1

Então hoje começa a mini série (kkk..) Picture of day, que vai de hoje até o final desta semana (quando meu curso acaba e terei tempo pra fazer de posts mais elaborados das novidades por aqui).

A foto de hoje é da vitrine da Topshop.

Escolhi essa foto pra mostrar pra vocês… a bagunça, a mistura e a loucura que está a moda para o próximo inverno europeu.

Nas dezenas de manequins espalhados pela loja, nas vitrines e nas araras, o que se vê é uma mistura inimaginável de estampas, texturas, cores, estilos, shapes, comprimentos, olha,…até me faltam palavras.

Paetê + animal print + metalizados + plumas + florais + pele + pois + rendas + estampados + coisinhas vintage + coisinhas rocker, tudo junto e misturado e um pouco de cada uma dessas coisas parece compor 1 único look. Essa é a essência.

Sinceramente, fazem 20 dias que olho pra isso e não sei se gosto. Por influência ou não, cada dia visto mais preto, talvez num silencioso protesto a favor do bom gosto.

Mas calma. Vejam e absorvam e não se impressionem com a minha impressão. Depois a gente fala mais sobre isso.

Beijos, @recallage.

29 de agosto de 2011

Valentino Inspired pra todo mundo

Lembram daquele modelo Valentino, que foi super sucesso e pôs a marca novamente nas nossas wish lists? (pelo menos da minha, fazia tempos que andava fora).
Conheci o dito cujo através de Alice Ferraz, do blog da alice, que está sempre up to date e tem um super faro pra adquirir antes coisas que depois vão virar hit. Olha ela aí:

Acho que a grande sacada do modelo foi unir um shape clássico, descontraíndo com as tiras no tornozelo que dão ares de gladiator ,e ainda com spikes, pra dar uma pitadinha de tendência e ainda mais subversão.

O sucesso foi tanto que muitas marcas nacionais (lembro agora da Santa Lolla, mas sei que tiveram mais 2 ou 3) fizeram modelos inspired.

E parece que o sucesso continua pois para próximo inverno Valentino repetiu o shape em novas versões de cores e texturas:

Lindas, mas restritas a quem quer investir entre 500 e 700 pounds.

Então as marcas populares daqui, assim como as do Brail, também fizeram versões fofas, de variações sobre o mesmo tempo.

Pra bater perna no tube e pelas ruas de Londres, comprei esse modelinho da marca Office London por 50 pounds ( marca sobre a qual depois quero falar mais por aqui).

E qual não foi minha surpresa quando ontem, fazendo compras pra minha filhota na Zara Kids, encontro um modelo versão mini,  que até é diferente, mas concordem comigo, inegavelmente tem a mesma fornte de inspiração.

 

Não preciso dizer que pirei e adquiri um inspired pra filhota também.

Então, quem gostou da primeira versão de Valentino e seus inspired, aviso aos navegantes que eles ainda estão com tudo e não é a hora de aposentá-los, não.

Neste verão e no próximo inverno eles ainda devem inspirar as marcas e as fashionistas de plantão por aí.

P.S.: Notaram que eu sumi, né? Espero que SIM e que tenham sentido minha falta tanto quanto senti de vcs! É que aquela promessa de “no homework”, na prática, não foi beeem assim. Então, pra poder realizar estes projetos incríveis nas aulas, tenho dedicado quase todo o meu tempo. Mas não se preocupem que tomei uma decisão. A partir de amanhã vou postar pelo menos 1 foto por dia, contando as razões pelas quais me inspiraram. Vai ser bem bacana! E na próxima semana, quando estiver de volta ao Brasil, tudo o que venho fotografando, rabiscando e armazenando vai estar aqui, em muitos posts, tim-tim por tim- tim.

Take care!

Beijos, @recallage.

23 de agosto de 2011

505

Esse é o número da minha turma no curso na Saint Martins.

E sob esse número poderia estar qualquer grupo de pessoas – naturalmente de todos os cantos do mundo, como de fato são – mas tive sorte de estar fazendo parte de um grupo super especial.

Ok, mas este não é um post pra falar do quanto eles são queridos e inteligentes e bons amigos, etc, etc.

É pra mostrar pra vocês porque eles tem me inspirado ainda mais todos os dias.

Florence - Londres

Alex - Lisboa

Onell - San Diego

Annika Vitola, Latvia

E eu, que faz tempo que não apareço por aqui, né? (nessa foto, posando para um trabalho de uma colega :))

E estes são só alguns deles. Ainda tem muitos mais que vou mostrando aqui depois.

Beijos, @recallage

22 de agosto de 2011

Pra quem ainda quer um cabelão de Gisele B.

(e quem não quer?) ou cachos mais comportados: temos a solução!

Sim, babyliss – vocês já sabem.

Mas sabem também que eu tenho cabelo super liso e super fino e estou sempre em busca de novas alternativas pra dar volume. E apesar de já ter seguido passo-a-passo (e ter adquirido todos os produtos recomendados para tal) num dos ótimos manuais Júlia Petit, meus cabelos de Gisele duram, tipo, 5 minutos.

Numa das visitas ao Selfridge’s, fui atacada por uma moça da marca José Eber que, com babyliss em mãos, me ofereceu para experimentar.

Eu disse à ela, resignada: moça, nada disso funciona no meu cabelo. E ela , sem pestanejar, prontamente respondeu: este vai funcionar!

Não gosto de ficar experimentando coisas nessas lojas (vai que fica um horror e acaba aí minha visita) mas ela me pareceu tão convicta que eu cedi, afinal, why not?

O resultado? Sem spray fixador, sem spray de volume, sem nadinha de nada e em 5 minutos estava (quase) crespa.

Ok, lá se foram 100 pounds (o que considero um grande investimento) mas o tal José Eber, no momento, me pareceu a última coca cola do deserto.

E o que mais gostei é que, diferentemente dos outros aparelinhos que conhecia, este não tem aquela “pinça” que prende o cabelo, sabem como é? É só o cilindro mesmo e evita que o cabelo fique marcado.

As estampas variam, desde as mais escandalosas até a pretinha básica, e há modelos de 13mm, 19 mm e 25 mm – este último é que eu sugiro pra um ondulado despenteado – e alguns kits até acompanham uma mini chapinha lisa e um pente super estranho pra desarrumar os cachos comportados depois de ondular.

Então, pra quem também tem esse probleminha, de ir ao cabelereiro e pedir um cabelão de Gisele, e no caminho de casa já fica lisa como se tivesse feito chapinha, eu recomendo.

Beijos, @recallage.

Fotos: www.josecurl.com

19 de agosto de 2011

Flat season

Todas as vezes que venho pra Londres, sempre tem um novo hitzinho. Alguma moda baratinha e cool e que todo mundo está usando.

Desta vez parece que a escolha das inglesas – que também parecem definitivamente terem aderido aos flats para o dia-a-dia – são literalmente ballet flats.

Digo literalmente porque sapatilhas baixinhas já eram chamadas assim, como “categoria”, mas esse modelo novo ao qual me refiro, tem a ver com aquele mood ballerina feeling, e é igualzinho a uma sapatilha de bailarina, exceto pela sola de borracha ao invés de couro.

Olha a fofura! (Sem falar no conforto, que é uma coisa e-x-t-r-a-o-r-d-i-n-á-r-i-a.)

Esse modelo é da Topshop e tem nas cores nude (couro e camurça), vermelho (camurça) e preto (couro e camurça) com preços que variam entre 16 e 25 pounds.

É um charme porque além de serem super delicadas e femininas, parece que a rua está repleta de meninas que saíram da aula de ballet com sapatilhas e roupas de trabalho.

Lindo de se ver!

beijos, @recallage

Imagens: euzinha e lookbook.nu.

18 de agosto de 2011

Be my guest

Ontem, a convite dos meus super especiais colegas de curso, fiz um programa inédito (e super divertido) em Londres.

Fomos em “comboio multicultural” (3 brasileiras, 1 americano, 2 italianos, 1 grega e 1 portuguesa ) – nos perdendo uns dos outros a cada cinco passos e dando muitas risadas – conhecer o lugar onde é feita uma das coisas mais admiradas por nós, apaixonados por moda: a Vogue House no prédio da Condé Nast.

Vocês devem estar se perguntando o mesmo que todos nós perguntávamos pro colega mentor do passeio turístico fashionista (que diga-se de passagem, convidava todo mundo muito empolgado): tá, mas o que vamos ver lá?

Não, não encontramos Alexandra Schulman (editora da Vogue inglesa) saindo do prédio pra pedir um autógrafo (tô brincando! ;)), nem conseguimos free pass, ao que deve ser infindável – closet da Vogue inglesa, embora os gritinhos da turma talvez fossem equivalentes ao que aconteceria em qualquer um destes 2 casos.

…dessas coisas que só quem é apaixonado por moda pode entender. Não pode???

Brincadeiras a parte e respondendo diretamente a pergunta, não, não há nada de extraordinário pra se ver lá.

Exceto por uma coisa que já faz valer muito a visita: na loja da Conde Nast, que fica ao lado da Vogue House, tem as últimas edições de Vogue (e dos outros títulos da editora) de todos os lugares do mundo em que a revista é publicada, além de lindos table books com melhores capas, melhores fotos e tudo mais relacionado à Vogue.

Olha a gente lá:


Fora isso… ah, dá pra ficar imaginando tudo o que acontece naquele prédio.. tudo que deve estar pendurado naquelas araras…

Pra quem acha que também sentiria um friozinho na barriga, ou pra quem ficou afim de ter um overview de Vogue no mundo através das revistas, be my guest.

Vogue House: 1-2 Hanover Square London W1S 1JU

Beijos, @recallage.

17 de agosto de 2011

1st news from London

Quem achou que não me veria tão cedo por aqui – ok, tá certo que demorei um pouquinho – …. enganou-se :)!

Em minha defesa preciso dizer que desde a chegada estive bem ocupada organizando as coisas para minha vida londrina – coisas como conseguir ter internet, ter celular (e que funcione), e preferencialmente com internet também, e essas coisas não foram muito fáceis.

Fora isso, não vim à Londres (só) a passeio, vocês sabem. Além do curso na Central Saint Martins – que é o objetivo principal de estar aqui e que toma boa parte do meu dia, também tenho batido pernas (e fotos), nas poucas horas vagas, conferido e registrado as novidades pra dividir aqui. E não são poucas (stay tuned!)

First of all, preciso contar que estou adorando a Saint Martins.

No domingo à noite (véspera do início do curso) estava ansiosa, sem saber bem o que esperar, o quê e quem iria encontrar, e um pouco insegura até, afinal estudar aqui era um sonho antigo.

Na manhã de segunda tive a melhor das surpresas e as coisas desde então vem sendo assim, sweet anda soft (ou seria sweet and hard?).

Encontrei uma turma super bacana de pessoas simpáticas, divertidas e bem vestidas ;), de (quase) todos os lugares do mundo, que estão aqui pelo mesmo objetivo que eu (e que vocês ainda verão aqui no Pink).

As aulas acontecem na sede de Charing Cross Road (olha eu aí na foto abaixo, com cara de sono mas feliz da vida na fachada do prédio) e somos a última turma deste curso a estudar neste prédio antigo.

Dá pra sentir que todos estão partindo para o novo mas com um certo pesar, afinal durante muitos anos coisas incríveis foram realizadas entre estas paredes. Eu mesma, quando estou no banheiro, lavando as mãos, fico imaginando se estou usando a mesma pia que Mc Queen teria usado um dia e isso é muito louco e muito incrível.

É um clima de “fim de festa alegre e divertido” e é tão bacana fazer parte disso, afinal, o ambiente é tão livre, artístico e criativo que se pode fazer quase tudo o que quiser. Desde usar pedaços do prédio para realização dos projetos, até deixar mensagens, desenhos e cores na parede. Tipo assim:

As aulas e projetos também rolam nesse clima, com direito a discussões conceituais no starbucks da esquina, música enquanto trabalhamos no estúdio, e o melhor, no homework porque os professores acreditam que se estamos aqui, precisamos aproveitar Londres. Não é demais?

Mas o trabalho é duro, duro mesmo. Um projeto após o outro, longas análises e discussões. Acho que é a combinação perfeita.

Hoje passei pra dar um oizinho, matar as saudades e dizer que o Pink About It não estará off line enquanto eu estiver aqui. Pelo contrário. Agora que todas as tecnologias estão acertadas (ao menos parecem estar), estamos de volta oficialmente e vocês podem vir aqui me visitar todos os dias, as usual.

Vou estar esperando!

beijos com saudades,
@recallage

12 de agosto de 2011

Com lenço e com documento

Caetano (Veloso) que me perdoe, mas a música era perfeita para o momento.

Faltava só essa adaptação fashionista (pra ele virar título deste “até logo” em grande estilo) e sendo assim, acho que ele não vai se importar.

Com lenço sim, (o Mc Queen de caveirinhas – velho de guerra – vocês sabem…) e mil documentos, logo mais embarco pra Londres.

O propósito oficial é fazer o curso Fashion Communication na Central Saint Martins College of Art and Design (como curiosidade, onde estudaram, por exemplo, John Galliano, Pugh, McQueen… o/).

Grandes expecativas, voracidade para novos pontos de vistas, trocas e aprendizados, e para com isso, fazer o Pink About It melhor.

E é claro, dada a minha posição geográfica, aproveito para me enfronhar no velho mundo, me esbaldar na modernidade, refrescar minhas idéia e to keep my eyes wide open pra trazer todos os dias (ou todos os dias possíveis), coisas bacanas direto de lá.

Vocês viajam comigo, combinado assim?

E por hora, até nosso próximo contato, deixo pra vocês a playlist que vai me acomapanhar nessa trip (espero que gostem!)

Banda/musica:

Angus and Julia Stone.
- Paper aeroplane

The Do.
- At Last
- Stay (Just a Little Bit More)

A Fine Frenzy.
- Eletric Twist
- What I Wouldn’t Do
- Happier

Regina Spektor
- On The Radio
- Better

The XX
- VCR
- Basic Space

Beirut
- Elephant Gun

Mumford & Sons
- Sigh No More

She & Him
- Sentimental Heart
- Why Do You Let Me Stay Here?

Agora, por entre fotos e nomes, os olhos cheios de cores e o peito cheio de amores: vou!

beijos e até logo mais, @recallage

12 de agosto de 2011

Boy meets girl

Linda, linda, linda HeidI Klum na campanha de Dia dos Pais do Shopping Cidade Jardim!

Nela a top ela aparece vestida de forma masculina com camisa social (Calvin Klein), terno azul marinho (Giorgio Armani) e gravata da mesma cor (Salvatore Ferragamo), relógio (Rolex Daytona).
Super poderosa, porta sapatos de salto alto (Jimmy Choo).

Mas pra quem achou que vestir Heidi com look maculino foi apenas uma forma de usar a modelo feminina da campanha anual para fazer alusão ao Dia ao Pais, dá uma conferida na matéria “Deu terno!” da Vogue Brasil de agosto.
Parece que eles – os ternos – estão com tudo, vestindo its como Alexa Chung até a alegórica Anna Dello Russo. Entre opções com inspiração barroca, retrô, masculina e até o próprio smoking, veja se encontra um pra chamar de seu.

FICHA TÉCNICA
Cliente: Shopping Cidade Jardim
Titulo:  Moda é o que nossos jardins respiram – Pais
Produto: Institucional 2011
Fotógrafo: Mark Abrahams
Modelo: Heidi Klum
Hair stylist: Eric Gabriel
Stylist: Petra Flannery
Make up: Linda Hay

Destaques

Busca

Arquivos

Blogroll

Tags

Calendário

agosto 2011
S T Q Q S S D
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Newsletter

Muitas das imagens deste blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. nenhuma das fotos pertencem ao Pink About It, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver neste blog e você deseja sua remoção, favor enviar um e-mail para renata@pinkaboutit.com que prontamente a retiraremos do ar. Obrigada!!!