Pink About It

english

29 de dezembro de 2011

Retrospectiva Pink About It 2011. Por Alice Castiel.

Antes de mais nada tenho que alertar que a restrospectiva que vocês vão ver agora é um pouco diferente das que os blogs costumam fazer por aí.

Tudo começou quando pedi a minha queridíssima assistente Alice Castiel, que levantasse os principais momentos (e respectivos posts) do Pink About It em 2011, pra gente montar uma retrospectiva do ano.

Minha expectativa era de que ela me apresentasse um doc do word, keynote, (whatever) com pincipais pontos, títulos de posts, e afins.

Começo a ler o trabalho (que está em forma de texto) e me dou conta de que aquela é a minha história neste ano que passou.

Nele existe sim uma retrospectiva do ano do Pink About It. Mas a partir dos olhos cheios de carinho da Alice (que não consegue fazer nada – tks God – sem carinho e sem amor) em seus olhares pra mim.

Resolvi publicar na íntegra, essa história carinhosa, que minha guriazinha especial, Alice, escreveu. Como uma homenagem, retribuição, e como forma de dizer que pra ela todo o meu amor, todo meu carinho e meus agradecimentos por este pedacinho de ano em que estivemos juntas.

Agora a retrospectiva, por Alice Castiel

2011. Um ano pra se lembrar.

Em um ano tanta acontece. Tanta coisa, que todo mundo tá sujeito a coisas boas e coisas ruins o tempo todo. Tá certo que, eventualmente, não se tem muito como evitar, mas na maioria das vezes conseguimos trilhar o nosso caminho pro bem. Como? Pois ninguém soube me ensinar e acho pouco provável que alguém tenha alguma fórmula. Na verdade, pra mim, o único objetivo pelo qual as pessoas estão nessa vida é serem felizes e, nada mais. É tão bonito ver a felicidade, né? Inspira. Expira, também. É lindo também ver como as pessoas dão o jeito delas pra serem felizes e ser feliz é muito complicado. Nós impomos em nós mesmos essa obrigação, mas chorar, ficar triste, não sorrir o tempo todo, não estar sempre animado, também faz parte desse processo de ir em busca da felicidade.
Aliás, é tão difícil que não basta ser feliz só de um lado, tem que ser de todos. Se não, não vale. Tem que ser feliz no amor, na profissão, na vida, na família, nos amigos. Tudo.

A história que eu vou contar aqui dura pouco menos de 365 dias, é uma história com início, meio e fim. Fim de um ano, porque ainda tem muita coisa pra acontecer. A protagonista dessa história é tão protagonista que os coadjuvantes são pouquíssimos, isso porque ela batalhou. Na verdade, ela aparece tanto, porque ela foi atrás disso. E tudo que ela é hoje foi porque ela correu atrás. É um exemplo, juro. Ela se chama Renata. Só imaginem: a Renata não é alta nem baixa, não é morena nem loira, tem o cabelo bem fininho, mas quase não dá pra ver (mal sabe ela que tem tanta coisa mais importante nela mesma pra se reparar), ela é magra, ela é irmã, ela é amiga e filha e ela é mãe também. Mãe de uma boneca que fala, fala o seu próprio idioma, mas fala. Se veste muito bem, se cobra muito bem, se arruma muito bem. A Renata é casada e se todo mundo tivesse a oportunidade de conhecer esse casal formado por ela e pelo Márcio, talvez eles virassem, por concessão, verbete de dicionário e no lugar de companheirismo estaria a foto deles. Eu não precisaria falar mais muita coisa pra todo mundo perceber que ela linda. De corpo, alma e coração. Nem todo mundo pode ter a oportunidade de conhecê-la, mas saibam que quem tem, agradece.

Enfim, pra começar a história eu tive que apresentar a grande mentora, a inventora e, por conseqüência, a escritora. A Renata fez um blog no início de fevereiro de 2011. Um blog de moda e moda no seu sentido mais literal e mais abrangente, talvez ela nem pudesse imaginar que hoje o blog que ela fez, pode ser considerado, praticamente, uma enciclopédia do universo feminino. Então, mais precisamente no dia 16 de fevereiro ela deu vida pro Pink About It e a partir daí um universo se abriu na frente dela e quem não tinha nem ideia que uma pessoa dessas existia, passou a saber. Três dias depois da inauguração oficial do blog, ela já estava embarcando para Londres, pra conferir a sua primeira Fashion Week. Lá ela, tirou fotos, conheceu gente e esteve presente no Backstage da Issa, uma marca muito bacana que se tem por lá. Falando em bacana, ela conheceu a Naema, uma francesa que fez um site de vendas de roupas francesas exclusivamente para brasileiros. Encantador. A viagem pra Londres acabou e junto o mês de fevereiro também, o blog tava engrenando, mas com bastante história pra contar. Ela apresentou a Eudora, uma marca de cosméticos que é sensação lá fora.

Aí chegou março e a Rê (como todo mundo costuma chamar) continuou escrevendo e pesquisando e escrevendo mais um pouco e pesquisando mais ainda. Ela já tratou de apresentar gente bacana e inspiradora, como a Gala Gonzáles, espanhola, radicada em Londres que é uma promessa da moda daqui a alguns anos. Não só gente bacana, mas lugares e eventos, como o lançamento dos novos esmaltes da Risque, lá no Rio. Ela conversou com a Top Isabeli Fontana sobre estilo, vida, risqué e outras cositas mas. Era tanta coisa, mas o Pink About It já fazia um mês e era muita coisa acontecendo e muita coisa estava por vir também. Ela também foi na coleção da Schutz de Inverno e no último dia de março, apresentou a Greice Antes, pra todo mundo conhecer e se inspirar pelo trabalho da estilista.

Se fevereiro e março já estavam badalados e com bastante coisa pra contar, em Abril a Rê não poupou esforços pra ter mais assuntos pra falar. Ela foi pra Coachella. Esse que é um dos festivais mais bacanas do mundo, com todas as bandas legais que as pessoas, se não conhecem, já ouviram falar, pelo menos uma vez na vida. De San Francisco pra Carmel, de Carmel pra Santa Mônica, varrendo essa parte vintage dos Estados Unidos. Ter ido pra Coachella, como ela mesma fala é: “Imagine um lugar onde a idade não separa. Adultos e crianças, com o mesmo espírito, celebram e brincam a vida”. Só assim se entende tudo, não é verdade? E ela mal chegou no Brasil e já foi pra São Paulo na festa de 36 anos da Vogue Brasil. Ela tá com tudo e não tá prosa.

A agitação de abril só fez com que o mês de maio trouxesse algumas importantes novidades. A principal foi a parceria com a rede de blogs F Hits. Essa que contempla os principais e mais acessados blogs de moda do país. Alice Ferraz, a cabeça, foi a pessoa que encorajou a Renata a por a ideia do Pink About It pra fora da cuca. E, sinceramente, ela fez muito bem em ter ouvido a “experiência”. Além disso, teve a inauguração da loja Marisa que a Rê estava lá presente, representando o Pink About It e selando a parceria com o F Hits. E como maio é o mês das noivas, a Rê relembrou a vez dela, o dia que pra sempre ficará na memória, de quando ela foi a princesa.

Junho e julho foram caracterizados pela conversa e pela apresentação de gente importante, querida e interessante. Teve o São Paulo Fashion Week e lá a Rê aproveitou pra bater um papo muito legal com o Dudu Bertholini, estilista da marca Neon. Depois ela conversou com o estilista Carlos Miele e por fim, apresentou Victoria Seger como estilista promessa pra moda futura. Agosto já começa com uma produção bem difícil pra um editorial de moda do caderno Donna ZH, aquele da Zero Hora aos domingos. No fim, a lição que se tirou desse trabalho foi: aprenda a se virar com o que você tem, mesmo sem saber que você tem. Mas, falando bem a verdade, o ponto alto do mês de agosto, pra não dizer do ano, foi a ida pra Central Saint Martins College of Art and Design em Londres. A Rê foi fazer um curso nessa escola que teve Alexander McQueen e outros poderosos como alunos e ela tava indo. Ganhar mais experiência, realizando uma vontade antiga e correndo atrás, de novo, dos objetivos. Logo ela já deu as primeiras notícias lá da terra da rainha, contou que fez uma turma muito legal, a turma 505, com gente de, quase, todos os lugares do mundo, culturas e jeitos completamente diferentes. Nos contou que foi a Vogue House e que, de fato, não se tem nada de muito espetacular pra se fazer lá, o legal é imaginar o que acontece e ir na loja ao lado e conferir todas as edições da toda poderosa.

Agosto é Londres e setembro entra ainda com novidades de lá. Fotos, vitrines, tendências, tudo. Mas tá na hora de voltar pra casa e como toda boa viagem, tem o antes, o durante e o depois. E o depois chegou em boa hora, porque em Setembro mesmo a Rê foi a São Paulo conferir o Vogue Fashion’s Night Out que foi um evento muito diferente que ocorreu no shopping Cidade Jardim e valeu muito a pena ela ter ido. Além disso, lá no fim do mês teve o Rock in Rio, que foi definitivamente um evento pra se chamar de mega. Ela mostrou o look e arrasou. E sabe quando chega essa época do ano e tu se dá conta que tá mais perto do Natal do que da Páscoa e que tu nem viu o ano passar? Pois é. Acontece com todo mundo. A sensação de que o tempo tá passando e de que a gente precisa trabalhar e trabalhar e trabalhar rendeu a mim uma experiência. A mim porque a Rê, protagonista dessa história, me convidou pra fazer parte disso tudo. Eu. Foi lindo. E durante todos os dias que eu trabalhei com ela até hoje, me senti uma pessoa de muita sorte.

Enfim, a partir dessa hora eu também fazia parte da história, mas assim como todos os outros coadjuvantes e eu amei. E em outubro aconteceu muita coisa. Nos primeiros dias, teve o Donna Fashion Iguatemi que é uma versão bem reduzida, eu disse bem reduzida, de uma fashion week, aqui em Porto Alegre. A gente foi, tirou fotos dos melhores looks e foi tudo pro blog, muito legal. A Rê apresentou a nova coleção de verão da Victoria Seger, lembram dela? E também foi a vez da Eudora, aquela marca grandona de cosméticos, abrir uma loja em Porto Alegre e lá fomos nós. A Rê aproveitou pra criar uma categoria nova que deu muito certo, que inspira e é referência. Chama-se “hoje eu queria sair assim”. Pronto. Nada de trabalhoso, nada de rebuscado, apenas uma ideia, uma vontade, um desejo. Sem despertar o consumismo e sem criar debates intermináveis sobre o assunto.

Como se não bastasse esse bando de coisa boa acontecendo, foi em outubro que surgiu aquilo que, hoje, é lembrado e reconhecido por ser do Pink About It. Chama-se Good People Share. O nome é auto-explicativo, mas é bom dar uma enxugada. O GPS (popularmente falando) traz todas as semanas uma menina, mulher ou senhora e faz uma entrevista com ela. As perguntas são de fato para conhecermos bem a pessoa e para ela poder compartilhar o que pensa, o que sente, o que é e o que vive. E o mais legal: a pessoa da semana, escolhe a pessoa da semana seguinte pra ser entrevistada. Como uma corrente. Ao final de um mês o Pink About It decide quem começa o ciclo de novo. E sério, foi um sucesso. Porque além de tudo isso, o blog começou a contar com a parceria incrível da Gabi Mo que é uma fotógrafa maravilhosa, talentosíssima e, ainda por cima, uma fofa. A Gabi foi fundamental. E essa nova categoria do blog começou com a Carmela, a enigmática Carmela. Com um estilo irreverente, autêntico e forte. Cara de menina, cabeça de mulher. Depois veio a Dani, com um estilo único e sabendo de muita coisa do mundo da moda. A Dani é antenada, querida e sabe a que veio. A Amanda, indicação da Dani, não pode ser mais amada. Com uma meiguice, uma paz que encanta a qualquer um. E por último, em outubro, a Petula, sócia da Amanda. A Petula é incrível, com ideias incríveis, com uma casa incrível e com muita coisa pra contar.

Em novembro, teve a Laura com toda a sua graça e sua querideza. A Victoria (a Seger de novo), com toda a amizade que já nos é bastante familiar. A Bárbara com todo o seu empreendedorismo e simpatia. No meio disso, a Gabi Mo começou a fotografar com a Rê o tal do Look do Dia, tão famoso entre todos os blogs e, definitivamente, foi aderido pelo Pink About It. Continuando com as inspirações, ainda em novembro teve a Marcela e a Julia, sócias, simpáticas, curiosas e muito capazes. Fecha-se o penúltimo mês do ano. O penúltimo. Passou tão rápido. Aconteceu tanta coisa.

Em dezembro, Isadora inspiradora e Mari encantadora. Dica de livro da Danuza Leão pra acalmar os ânimos e amigo secreto com as outras blogueiras do F Hits. Tudo como manda o figurino. Tudo como tinha que ser.
Acabou. Não a história inteira, apenas uma partezinha dela. A parte que eu soube contar. A parte conhecida. Agora, é o desconhecido, agora a Rê vai fazer exatamente a mesma coisa, assim como fez o ano inteiro. Ir atrás, correr, conhecer, estudar, pesquisar.
Sobretudo, falando de trabalho, falando de vida, a história da Rê, por mais desconhecida que seja – e pra todo mundo é assim -, já tem um destino certo.

Ela tem um encontro marcado, sem preocupações.

Ela sempre será muito feliz.

29 de dezembro de 2011

Quanto mais melhor, mas com estilo, por favor.

Não sou uma pessoa que se possa chamar supersticiosa, mas sou uma pessoa que tem fé.

Esse viés, o da fé,  me permite acreditar que pequenas ações (como um bom banho de sal grosso) ou pequenos amuletos, tem lá o seu valor.

Quem já está montando fitinhas mimosas de todas as cores para amarrar no pulso na noite de 31, já comprou a calçinha com desejo (paz, amor, paixão, etc) e acha que preciso de um reforço extra, olha que coisa querida estes aqui:

 

 

São colares fundidos em metal de estanho e banhados em ouro ou prata e que são como uma mini vitrine para carregar um pouquinho de sal grosso ou de canela. O acessório leva a assinatura da designer paulista Marina Scarpelli, que se inspirou na crença do povo brasileiro em simpatias e amuletos da sorte para criar a joia!

Pra quem está pensando em reforçar o time de patuás, mas com estilo, fica a dica dessa belezinha pra toda a vida.

 

(E quem quer saber onde encontrar: A novidade é exclusiva para as duas lojas Casa de la Madre de Porto Alegre, na Tobias da Silva, 139, ou no 1º andar do Moinhos Shopping.)

beijos, @recallage

 

Destaques

Busca

Arquivos

Blogroll

Tags

Calendário

dezembro 2011
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Newsletter

Muitas das imagens deste blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. nenhuma das fotos pertencem ao Pink About It, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver neste blog e você deseja sua remoção, favor enviar um e-mail para renata@pinkaboutit.com que prontamente a retiraremos do ar. Obrigada!!!