Pink About It

english

21 de setembro de 2012

Luxup, special, old and new from London

Em nossa estada em Londres recebemos um convite especial do Luxup. O members-only club, que oferece benefícios e privilégios especiais relacionados a moda e marcas de luxo de todo o mundo aos seus participantes, nos convidou a visitar a Liberty, uma das lojas de departamentos mais tradicionais da cidade (assim como Harrods, Selfridges, Harvey Nichols, etc) para uma experiência especial: personalizar nossas lunettes com nossos nomes gravados.

Olha a graça que ficou meu Ray Ban Club Masters com meu nomezito na lateral:

 

 

 

Sei que parece uma bo-ba-gem, mas depois disso meu óculos de sol ficou tão especial…! Tem um q de vintage, um q de traditional e, o que eu mais gosto, um q de diferente-de-todo-mundo.

Fico pensando que minha filha ou minhas netas vão usar um dia, assim como amo jóias de família, como os anéis que herdei da minha avó. Ou então, vai ser como os milhares de Ray Ban Aviator que meu pai usava quando eu era criança ainda, e que morro pensando que não sobrou unzinho pra contar/fazer mais história. Só tem que durar até lá…

Porque comigo, vintage é assim. Tenho aversão a Brechó, e não por falta de tentativa, mas acho que coisas antigas só tem valor se tiverem história conhecida, e de preferencia a minha. isso, na minha humilde opinião, pode fazer uma peça usada, que já não teve o encanto da compra, do cheiro de couro novo, do papel de seda,  valer a pena.

Alguém mais com essa estranha mania? Kkkk..

Beijos, @recallage

 

 

25 de abril de 2012

Fuorisaloni é vida

Uma semana foi muito pouco. Não foi possível ver tudo. Isso que corremos bastante, todos os dias o tempo inteiro. Eu recebi a visita de uma amiga muito especial, a Ana Espíndola, lembram  do post que inaugurou o Fashion is in the house?

Como tinha dito antes o mais interessante fica na rua mesmo, no circuito Fuorisalone, em 3 diferentes distritos, as zonas Brera Tortona e Lambrate. Milão ferve e “os designers piraaaaa”.

Aqui ficam os primeiros highlights.

 

 

O fato é que respirar design durante 7 dias deixa qualquer um inspirado. Não importa a profissão da pessoa. O que borbulham de idéias, cruzamentos entre moda, design e artes plásticas é algo que não sei se existe em outro lugar nesse mundo. Um evento que garante longa vida e amor ao senso estético (pra todos os gostos).

Beijos,

Isa.

25 de abril de 2012

Eu vejo flores em você. Coachella e headbands.

Quer ver outro hit de Coachella? Headbands..!

Mas quem acha que já sabe o que vai ver, talvez até saiba, mas pra mim o tema novo: flores! Arcos de flores decorando cabecinhas das meninas das mais românticas às mais descoladas, repara só:

Será que só em Coachella pode? kkk..

beijos, @recallage

24 de abril de 2012

Sobre Coachella, sunglasses trends e Paris Hilton

Fato que Coachella sempre lança tendências.

Se apareceu por lá, pode saber, ou já está super rolando ou é a próxima onda que vem por aí.

Mil coisas – sobre as quais ainda quero falar – me chamaram atenção na edição 2012 do festival. Mas uma das que se destacaram foi a febre por óculos com armações coloridas (e que muitas vezes vinham acompanhadas de lentes espelhadas, numa espécie de combo color blocking shocking).

Quem achava que o sucesso do modelo Ray-ban wayfarer – que faz parte do mix de produtos que a marca em questão chama de “the legend” – duraria 5 minutos, muito se enganou. No meio de tantos roundglasses querendo ser hype, parece que as lentes quadradinhas mantêm inabalado o seu lugar.

É bem verdade que, a turma que está sempre em busca de novidades, já anda desfilando por aí outros dois modelos da marca (e não é que parece que Ray-ban pegou mesmo o jeito e vem acertando a mão pra lançar hits?!) o clubmaster e roundmetal.

Mas em Coachella, com pedigree ou sem, só deram estes, vem ver:

Paris Hilton (sim, eu fotografei a Paris!!), em sua caminhada slow motion no melhor estilo MISS, é que não parecia dar muita bola pro mundo lá fora, e desfilava suas lunetas do tipo máscara (que ano hoje, gente?) and espelhadas. Bom, mas Paris é Paris, malandro é malandro e por aí a gente vai vendo, né?

beijos, @recallage

fotos: @recallage & @marciocallage.

23 de abril de 2012

Coachella 2012 moodboard

Genteeeeees….. que saudades!

Quem segue @recallage no instagram e twitter viu que estive novamente em Coachella, aquele festival de música na Califórnia.

(Quem não segue, talvez nem tenha percebido, pois – com todo o carinho todo mundo, viu?? – deixei posts prontos para todos os dias da minha “ausência”)

Mas voltando pra Coachella, queria não ter escrito estes posts no ano passado – este, este, este e este aqui), quando registrei minhas impressões de primeira vez sobre esta experiência única. Assim poderia escrever tudo de novo (e provavelmente mais) sem me sentir repetitiva.

Em consideração aos que já estavam comigo e com o Pink na época, não vou contar tudo novamente. Só quero dizer que Coachella é uma experiência que acho que todo mundo deveria viver (e para os novos e bem vindos amigos, os posts do ano passado valem a pena conferir).

Estar lá, neste ano, foi igualmente mágico e divido com vocês o que estou chamando de Coachella 2012 moodboard, com fotos de um pouco de tudo, pois a inspiração para a moda (e pra qualquer coisa do mundo), cada vez tenho mais certeza, está na vida.

um beijo carinhoso para matar as saudades, @recallage.

fotos: @recallage, o maridão @marciocallage e minha nova Cannon rebel que é um “post” a parte.

17 de abril de 2012

Warming Up Salone del Mobile 2012

Em 1961 um grupo de artesãos se reuniu com o objetivo de promover a exportação de móveis italianos, assim nasceu o Salão Internacional do Móvel. A iniciativa foi tomando forma e já em 67 o evento tornou-se internacional. No ano passado teve aproximadamente 300 mil visitantes e 157 países participando. Ou seja, o evento mais importante na área de decor e design do mundo,  raiz do título “capital mundial do design” recebido pela tal de Milão.

As áreas de convivência da Fiera Milano, projeto de Massimiliano Fuksas.

No ano passado tive o prazer de comparecer, vim de Firenze com meus colegas do master e resolvi ficar um pouco mais na companhia da querida amiga, arquiteta e professora, Clarice Debiagi. A Clá vem sempre e me explicou tudo mais objetivamente. O Saloni é uma grande feira onde rolam mil negócios, lançamentos, tecnologias, e claro, trocas e contatos.

A parte inspiracional fica por conta da área Sattelite do Saloni, que como já diz o nome, pesca e seleciona jovens designers para expor suas últimas peripécias.

É tudo uma questão de experiência. Foi lá que vi, sentei e me emocionei tipo boba em um Nestrest , a primeira vez que entrei em uma instalação de Tokujin Yoshioka, e também onde entendi junto à Li Edelkoort a importância do tecido e o processo de escolha dos artistas que participaram da sua Expo Talking Textiles.

Entre as marcas que “experimentei” e anotei para acompanhar sempre: Kartell, Moroso, Campeggi, Vitra, Edra e Dedon.

Kartell

Um pouquinho de Edra e Missoni Home

A cadeira de David Lynch para o Club Silêncio / Talking Textiles

Entre outras coisas, o mais legal durante essa semana é que Milão muda, ganha outra dinâmica, e isso tem nome, é o Fuori Salone, evento que acontece pelas ruas, principalmente em Brera e Tortona e reúne muitos universos. Vi em primeiríssima mão o protótipo da Melissa feita em colaboração com a escola HEAD de Genebra, por exemplo.

Esse post era só pra dar uma aquecida mesmo, tudo de lindo e importante nesta edição 2012 eu volto e mostro pra vocês.

Beijos,

Isa

Para saber mais: http://www.cosmit.it e http://fuorisalone.it

Por Isadora Bertolucci

Fotos: arquivo pessoal.

09 de abril de 2012

Do backstage à passarela: Nara Lisbôa_Donna Fashion Iguatemi

Hoje não tem retrato da estilista aqui porque ela mora na França. Seu desfile foi possível graças a contribuição de amigas queridas e da sua filha Mariana Pesce, a querida Mariba, estilista da Remodê que logo mais vocês também vão ver nesta seção.

A Nara é multi. Ela é cantora, compositora, artista, tricoteira, estilista (mais pela necessidade que temos de criar títulos do que propriamente pela forma como se vê, se é que entendi bem) e de tudo o que já fez na vida, acho que a única página realmente virada é a dos tempos em que Nara Lisbôa preenchia “publicitária” nos formulários em que a pergunta pedia “profissão” como resposta.

O fato é que ao acaso ou não, de uma forma ou de outra, e somando toda a riqueza que tem dentro de si, Nara tem feitos lindos tricôs que nos deixam em dúvida se a obra de arte em questão pode ser só um blusão quentinho.

Acho que no fim das contas, os tricôs da Nara refletem tal e qual a diversidade, a soma e a liberdade da pessoa que ela é, que escolheu ser.

Uma pena não ter encontrado com ela por aqui, pra ter esse papo pessoalmente, mas que nem por isso deixamos de conseguir:

Nome: Nara Lisbôa
Idade: 61 anos
Quando surgiu a grife? Ou a idéia de criá-la? Essa é sua primeira coleção? Certo? As coleçoes são sempre agregadas de novas peças pois não faço moda. Meu tricot é mais estilo de vida. Comecei a chamar de coleçao em 2008.
Como surgiu o convite para participar do projeto EntreMeios? Eu estava no Brasil no verao e participei do I° Coletivo Criativo, em dezembro. Meus tricots passaram a ter um pouco de visibildade e ai veio o convite.
A marca já atua no mercado? Em caso positivo onde, e como podemos encontrá-la? Sim. Através do site www.naralisboa.fr e através da Mariana Pesce, da Remodê, que é a nossa representante fora da França.
A gente sabe que você também é cantora, estilista é sua nova profissão ou um projeto paralelo?
Sou artista. Cantar e compor foram minhas primeiras manifestaçoes, depois o desenho, bordado, tricot, ainda na infância. Uma coisa não interfere na outra. Canso de começar a compor enquanto faço tricot. Estou também escrevendo um livro há anos e se der tempo ainda, gostaria de me dedicar ao desenho de novo. Cinema também não esta fora de possibilidade. Quanto mas coisas a gente faz, mais a gente tem tempo. Temos a eternidade pra descansar.
Seus tricôs são peças muito diferenciadas. Eles são desenvolvidos como expressão artística ou moda, tipo one of a kind?A única coisa que eu NÃO penso quando começo uma peça é na moda. Acho que é expressão artística com utilidade e conforto pra gente livre.
O que pensa para a marca no futuro? Não sei mesmo, não gosto muito de criar objetivos , prefiro observar os sinais, pois não quero entrar em nenhum tipo de gincana existencial. Deixei uma carreira de quase 30 anos em propaganda para me dedicar à arte, cheia de liberdade e paz e é isso que vou continuar fazendo. O resto é fisica quântica! A gente materializa tudo que pensa.

Já no backstage a gente tem um highlight do que vai ver depois, né?

Mistério revelado, Nara Lisbôa enche de cor e textura a passarela:

beijos, @recallage
fotos backstage: Rê Callage
fotos passarela: Emmanuel Denaui
curadoria do projeto Entremeios: Débora Tessler
assistente de produção Pink: Nêmora Andrade

28 de fevereiro de 2012

Look do dia – Breakfast at 45 Park Lane com Elizabeth Saltzman

Imaginem que bacana, em plena semana de moda, termos tido a honra de receber Elizabeth Saltzman – fashion editor da Vanity Fair, para um café da manhã com toda a turma do f*hits.

O encontro aconteceu no recém inaugurado hotel 45 Park Lane – que diga-se de passagem já foi adotado pela “turma” da moda, e em seu pouco tempo já sediou diversas festas e jantares, entre elas uma private party para Tom Ford.

Nosso encontro com Elizabeth foi rápido, dada a agenda lotada dela para aquela semana, mas não pude deixar de registrar este momento e olhem como ela é linda:

(nas fotos, da esquerda para direita: Jú Ali, Alice Ferraz, Elizabeth Saltzman, eu e Katrina.

E já que “estamos aqui”, mostro pra vcs meu look neste dia:

o look: casaco de pele Fake Zara (q tirei não aparece nestas fotos, mas vou dar a ficha completa, kkk, casaqueto e bata Kosiuko, calça de couro MOB, sapato Office e bolsa Miu Miu.
foto: Victor Fernandes

17 de fevereiro de 2012

Anteontem eu saí assim (look do dia). E em Londres!

Imagino que quando o título do post tem “anteontem” seguido de “look do dia”, quem acompanha o Pink about it já vai associando à semana de moda ou coisa do gênero.

Here we Á-are!

Cheguei em Londres ontem (!!!), às 16h30 pisei no hotel (The Trafalgar, onde estamos hospedadas, em frente a National Gallery ;)) e nas últimas 24 horas já fui há uns 4 eventos.

(E se semana de moda em CNTP já é loucura, numa cidade como Londres, putz..)

Já na chegada, um banho rápido depois tivemos um coquetel de good will super gostoso com turma do F*hits no hotel The Connaught – um hotel tipicamente inglês, super luxuoso mas aconchegante, e tradicional daqueles que não servem 5 o’ clock tea às 17h01, sabe assim? (adoro!) – pra receber a agenda dos próximos 6 dias.

Reencontros, mil assuntos, uma taça de champagne (só pro brinde, prefiro água!, eu sei, quem se importa?!) e partiu pra um jantar no Browns, outro hotel super bacana, que também tem aquele jeitão inglês mas com um toque mais contemporâneo.

Ponto alto da noite foi a chegada dos special guests: Massimo Redaelli, italiano que comanda a Elite e é agente de tops tipo Giselle Bündchen (mas acredita que a era das super models já acabou e o presente é das celebridades), o fotógrafo de moda Andrew Hobbs, a jornalista do The Telegraph, Hilary Alexander, Tilly Macalister-Smith, da Vogue UK, e o designer londrino Osman Yousefzada.In-crí-vel! Ótimas conversas, bons aprendizados, e na manhã seguinte = uma notinha sobre o f*hits na Vogue UK lol

E tem mais.

Então, como o papo é longo,o tempo é curto e sei que tem as amigas q gostam (as que não curtem sorry, em breve mais “contiúdo”!), deixo vocês com o look atualizadíssimo de anteontem. Vou ali no word e já volto, tá?

 

 

**pergunta: fiquei na dúvida se usava o colar como colar ou como gola. Acabei usando como colar, mas sem muita convicção, embora tenha gostado. Quero saber: qual teria sido a escolha de vcs?

beijos, @recallage

look: a quem interessar possa, casaco feito para mim pela minha amiga Victoria Seger, jeans Talienk, camisa, colar, sandália e clutch, tudo Topshop (mas cada uma de um momento/ano diferente, e não é que combinou?)

31 de janeiro de 2012

Pink is the new black! Isadora Bertolucci no Pink About It e o pink carpet do Firenze4Ever

Amigas do Pink…hoje tenho uma super nova!

Lembram da Isa Bertolucci, que já esteve aqui no Good People Share? O que talvez vocês não saibam é que a Isa Bertolucci, além de uma das minhas melhores amigas, já foi minha dupla em muitos projetos de moda.

E aqui até tava demorando, rolou um namorico, e por fim, não podia ser diferente.

Hoje eu tenho o prazer e a honra de contar que, diretamente de Milão, Isa Bertolucci é a mais nova colaboradora do Pink About It e começa em grande estilo e tudo a ver, direto do Pink Carpet, confere aqui:

(Intro)
Vamos estrear com tapete rosa e um pouquinho do que rola hoje na dita primeira capital mundial da moda, berço do Renascimento, cidade que transpira arte, onde nasceram pessoinhas tipo Guccio Gucci, Salvatore Ferragamo, Roberto Cavalli e Emilio Pucci.

Um salve ao Pink!

Pra quem não conhece a LuisaViaRoma devo dizer que não se trata de uma simples loja de curadoria bacaninha. Pioneira no assunto, desde 1930 trabalha para ter as melhores marcas , se reinventa diariamente, e tem uma vitrine sempre incrível. Hoje em dia assina assim: Luxury Shopping Worldwide Shipping. Sua equipe cria todo um universo para reforçar a loja virtual produzindo um material que vai muito além da venda. Um exemplo bem sucedido de brandcontent, projeto que tem como bandeira o slogan Follow The Buyers.

Na minha passagem por ali conheci um trio que por si só explica o contexto global da LuisaViaRoma. Discretas, produzem o conteúdo de entrevistas, fotografia/vídeo e styling, respectivamente, a inglesa Samantha Lewis, a ítalo-americana Giulia Savorelli e irlandesa a Carmel Imelda Walsh, elas moram juntas e num clima totalmente low-profile agitam a pequena Florença.

Para comemorar 10º aniversário de atividade on-line a marca criou o evento Firenze4Ever, que reúne blogueiros de todo o mundo com uma programação intensa: workshops, shootings, jantares, festas e claro, o lançamento das coleções da próxima estação.

Em sua quarta edição, o Firenze4ever aconteceu bem pouquinho antes da PittiUomo, a feira de moda masculina mais antiga da Europa e evento que dá o start do calendário do velho continente.

Todas edições tem um tema, em junho do ano passado foi animalprint, e o tema desta ediçao do Firenze4Ever foi o PINK! Sim, Pink! Cor que este blog adora pela energia criativa e apaixonante que todo o rosa tem.

Segundo o crew da Luisa, o pink será o black do verão que vem. E é por isso que esse post existe.

Aqui um vídeo pra sentir melhor o clima da PinkCarpetParty, que rolou na loja e foi o ponto alto do fim de semana.

E alguns looks de quem passou por lá

A lista de produtos que vai de A a Z é uma tentação. Mistura marcas clássicas e contemporâneas alternada por novos designers, como um garimpo visionário de talentos. Entre as brasileiras temos os saltos mágicos de Alexandre Birman, a moda praia da Magda Gomes, e as legítimas Havaianas. E outras com sangue brasileiro, porém radicadas no hemisfério norte, como o designer Luis Morais, com base em Miami, a londrina Issa, e a talentosa Paula Cademartori, que tem seu estúdio em Milão .

Em tempos de Digital Fashion Awards a conclusão se chega é simples, a vida on-line quebra barreiras tão grandes que não importa aonde se está geograficamente, seguindo a linha “Luisa”, a dica é nos reinventarmos sem medo do novo, sem medo de ousar.

Por Isadora Bertolucci

Destaques

Busca

Arquivos

Blogroll

Tags

Calendário

abril 2014
S T Q Q S S D
« dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Newsletter

Muitas das imagens deste blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. nenhuma das fotos pertencem ao Pink About It, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver neste blog e você deseja sua remoção, favor enviar um e-mail para renata@pinkaboutit.com que prontamente a retiraremos do ar. Obrigada!!!