Febre de sneakers

Sim, uma febre. E a vontade de escrever sobre isso é oriunda de um post da minha amiga Ane Gick, a advogada mais “in” que conheço, sempre ligada em tudo, sempre “trabalhando” com opinião. Well, a Ane postou lá em janeiro compartilhando a Vogue Brasil que os sneakers da Isabel Marant seriam um verdadeiro hit, bingo

Aqui no hemisfério norte a febre começara em novembro, evidentemente após os reflexos da aparição de Beyoncé, no clipe ”Love on Top”, lançado em meados de outubro. Concluí então que se tratava de um fenômeno de rápida e vasta disseminação:

isabel2-1024x857

Há poucos dias atrás, após algumas várias adaptações do modelo sneaker, a Ane posta outra declaração no Facebook, algo como: Por que esses tênis glamourosos com saltinho escondido sao chamados de “sneakers”? Afinal nós conhecemos bem o conceito de um verdadeiro sneaker, e ele nunca teve salto!

Foi aí que uma outra querida e informada amiga, a designer de sapatos Fernanda Sklovscky nos contou qual foi a marca que começou a fabricar esta modalidade (uma brilhante idéia que reúne conforto e altura, certo? ), a Nova Iorquina About 80%20  foi quem patenteou o que se chama The Original Hidden Wedge™, ou seja, “o original saltinho escondido”, o que acaba transformando sapato em um “tool shoe”, ou seja, um sapato-ferramenta que une conforto e funcionabilidade estética. Entre os modelos mais clássicos temos a sandália Molly Wheat e o tenis Eliotte Gemoetric:

8020-mollywheat-side-1-500x3351

20801

Isto posto, pincelei aqui os mais recentes lançamentos: beijos pro colorido e simpaticíssimo modelo Dorada sneaker wedge, Marc by Marc Jacobs. Bem mais pertinho de nós a salvadora Schutz lançou 4 modelos assinados por designers e stylists. Aqui vai o meu preferido que mistura tapeçaria folclórica com spikes, criado por Matheus Mazzafera.

coolones-1024x992

Já os “flats”, ou seja, sneakers mesmo porém de luxo daria destaque para estes 4, em especial os milaneses da Soisire Soiebleu, que não repetem a padronagem (lençoes lindos) e possuem cadarços de cetim!

TOPS

*vale lembrar que a primeira iniciativa sneaker luxo que eu conheço foi a collab entrePharell e LV, em 2009.

*também vale lembrar que tênis com salto não é novidade, mas disfarçar o salto é uma grande evolução, principalmente no que se refere a estética.

Enfim, não importa a sua altura, usar tênis hoje em dia tem outra conotação  já que eles não são mais exclusividade dos garotos, muito menos a composição ideal para nossos looks esportivos. Eu que quase fui advogada estaria salva, me imaginei de terninho preto com estes sneakers aqui. Eles não vêm com saltinho imbutido mas é isso que chamo de “tool”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *