Pink About It

english

08 de outubro de 2012

Os hitmakers

Há algumas marcas e estilistas que são verdadeiros “hitmakers”, vocês já notaram? São marcas que têm a capacidade de criar desejos instantâneos e fazer o coração das fashionistas baterem mais forte. Prada, Marc Jacobs, Balenciaga e Isabel Marant são alguns dos nomes que têm o poder de “transformar em ouro” tudo aquilo que tocam.

E para medir quem está por cima na escala de hits, nada melhor que as semanas de moda, período em que todos querem desfilar pelas ruas com os seus melhores looks e mostrar que estão por dentro das tendências da estação. Analisando as fotos de street style fica fácil perceber quais são as marcas que emplacaram os hits da vez. Nessa ocasião, as mulheres não se importam de encontrar seus “pares de vaso”, afinal, como diz Anna Dello Russo, se alguém está usando o mesmo look que você, é porque você fez a escolha certa.

De acordo com o meu levantamento – e baseada em mais nada além disso – essas foram as marcas que conseguiram emplacar os maiores hits da temporada:

Stella McCartney: a coleção de inverno da estilista foi a preferida de quem gosta de roupas com inspiração esportiva. Entre as peças da coleção, o vestido de lã com recortes foi o que mais conquistou os corações e as ruas.

Dolce & Gabbana: para as mais dramáticas, a coleção de inspiração barroca da Dolce & Gabbana foi um prato cheio. As peças com bordados que lembram tapeçaria, especialmente as bolsas, se tornaram desejo e estão entre as mais vestidas durante as semanas de moda.

Isabel Marant: depois de transformar em febre os tênis com salto, a estilista francesa acertou mais uma vez com a sua coleção de inspiração country. A peça hit da vez? A jaqueta que conquistou até Costanza Pascolato.

Givenchy: a marca deu todo um novo significado ao termo animal print ao trazer em sua coleção estampas de bichos, mas não os desenhos de suas peles, como estamos acostumados a ver, e sim os rostos de animais serigrafados. Não preciso nem dizer que as peças foram sucesso de vendas, né?

Balenciaga: apesar de tudo, não teve sucesso que se compare às peças com estampa sci-fi da Balenciaga. A coleção com inspiração nos anos 80 e gosto um tanto duvidoso, na minha opinião, virou febre entre as fashionistas e deu à marca o posto de hitmaker da estação.

Agora é esperar para ver quais serão os hits da próxima temporada. Façam suas apostas!
Por @ferdiprestes
Imagens: Style.com

14 de agosto de 2012

Tem que ter peito

Não estou me referindo ao sentido literal.

Mas já reparam que tops e bustiês “querem”, de qualquer maneira, voltar?

No verão passado os crop tops estavam plenos no high street. Para este verão gringo, muitas das marcas aspiracionais, apresentaram em suas coleções, o velho bustiê.

Achei feminino e delicado na passarela de Nina Ricci:

Um tanto quanto exótico em Dolce & Gabbana e Emilio Pucci:

E cheio de fantasia quando se fala de Prada:

Pra aderir na vida real – e acho que pode!- usaria o top como um “mistério” por baixo da camisa ou casaqueto (sim, sempre coberto!). Cuidaria o comprimento da saia, para que fosse mídi, e daria preferência à rodada ou lápis, ou ainda escolheria uma calça, cigarrette ou pantalona.

E vocês, vêem futuro ou já pensaram em como usar?

beijos, @recallage

19 de junho de 2012

Tête-à-tête com Tilly Macalister-Smith, editora de moda da Vogue UK, no QG Fhits – entrevista

Ontem o QG Fhits recebeu mais uma visita super ilustre: Tilly Macalister-Smith, editora de moda da Vogue Uk.

Ao lado de Bárbara Leão de Moura, editora de moda da Vogue Brasil, o papo foi animado e as semelhanças e afinidades entre Vogue Brasil e Vogue Uk ficaram muito claras neste encontro, o que pretendo mostrar para vocês no vídeo que fizemos (e que bom pra nós, né?).

Então ao final da mesa redonda, encontrei a Tilly de bobeira no QG, esperando para fazer as unhas. Pensei em tantas coisas que a gente poderia queria saber dela e resolvi arriscar. Entre uma pincelada de esmalte e outra, fiz uma pequena entrevista que poderia não ter acabado nessa semana ou neste mês, kkkk, não fosse pela agenda busy – também pudera – da moça das modas por trás das maravilhas que vemos na Vogue Inglesa.

Confere aqui ela toda linda e nosso papinho na manicure, kkk:

Rê: Como vc define seu estilo hoje?
Tilly: Bem inglês, eclético. “Nós ingleses não somos muito bom em ser chics”.

Rê: Qual o seu look preferido no momento?
Tilly: Até 1 ano atrás só usava preto e recentemente descobri as cores e o mix de estampas. Gosto de misturar coisas como 3 cores e diferentes estampas (listras, estampas gráficas, animal print).

Rê: Tem um segredinho de styling seu para recomendar para as leitoras do Pink?
Tilly: Brincar e usar muitos acessórios. (ela mesma usava algo entre 6 ou mais pulseiras diferentes, anéis e um máxicolar com pedras de cristal e outras em tons neon).

Rê: Tem um ícone de estilo?
Constanza Pascolato e Iris Apfel – quero ser como elas quando crescer. Para citar uma mais jovem: Pixel Geldof.

Rê: E nas brasileiras, há alguma característica que você ache que as mulheres daqui deveriam explorar?
Tilly: Não se tornar clichê mas aproveitar melhor os produtos brasileiros e o estilo do país e se tornarem embaixadoras das cores e estampas de uma forma moderna e obviamente e não cafona.

Rê: Quais as marcas brasileiras que você conheceu até então?
Tilly: Adriana Degreas, que aliás lhe chamou a atenção pois beachwear para ela, até então era só um bíquini. Vendo a coleçãoo de moda praia de Degreas ela ficou impressionada porque há um guarda roupa inteiro.
Isolda London, Patrícia Vieira e Silvia Furmanovich.

Rê: Já tem suas marcas brasileiras preferidas, um short list?
Tilly: Ainda tenho muito para ver, acho que terei um top five até domingo.

Rê: Tenho lido a respeito do novo minimalismo. Você acredita que esta será a próxima tendência? Que vai vingar?
Tilly: O inverno é mais sério., no entanto acredito que as cores vão permanecer mas o shape longelínio, na próxima estação vai mudar para um shape bem minimalista.

Rê: Quem são os novos e promissores designers ingleses que devemos observar?
Tilly: Simone Rocha, Sophie Hulme, Eudon Choi e JW Anderson são a “next big thing”.

Rê: E com relação as luxury brands, quais você acredita que estejam em alta neste momento?
Tilly: Dior, Gucci, Prada, Chanel, Fendi e claro, Hermès que nunca vai morrer.

E aí, copiou? (eu guardei tudinho ;)

beijos, @recallage

11 de maio de 2012

Look do dia, light and blue

Dia super corrido em SP, essa era a realidade e foi nisso que acordei pensando nesta quinta-feira.

Tinha reuniões, evento, sessão de fotos, e almoço e – pra cumprir essa agenda – algumas caminhadas.

Para os pés, nem preciso dizer, escolhi flats. Para ficar confortável e de acordo com o clima – de temperatura amena – optei por modelagens soltinhas e tecidos fluídos, mas brincando com os volumes da pantalona e do kimono pra criar uma história mais interessante. E o que não tinha pensando mas na hora gostei foi o jogo de cores.

Por todos estes motivos, hoje eu saí assim:

Quem gostou do look e quiser uma dica, tenho apostado em modelagens numa proposta mais solta, com comprimentos maiores neste inverno. Pantalonas + camisa ou tricô, acho que o duo deixa o look super atual, despojados mas elegantes, e é fácil de fazer, afinal, o inverno é o grande momento da sobreposição.

Gostaram?

beijos, @recallage
foto: minha querida Patricia Mattos do Leblog
o look: pantaloon Zara Los Angeles, kimono Zara Porto Alegre, regata de seda TalieNK, slippers Schutz e bolsa Prada.

12 de março de 2012

Trend hunter: Flatforms

Foi na coleção Spring 2011, que Chanel e Prada (e mais pouquíssimos outros) desfilaram sandálias e oxfords, respectivamente, com o shape que hoje vem sendo chamado de flatform.

 

 

 

Com um salto que não é bem anabela, nem plataforma – ou pelo menos não exatamente como conhecemos – os sapatos e sandálias com este nome se caracterizam por ter a base toda de mesma altura, da planta do pé ao calcanhar.

Desde os desfiles de primavera 2011, pouco havia visto ou ouvido falar sobre eles do lado de fora dessas passarelas.

Mas agora, quando a estação quente se aproxima no hemisfério norte, flatforms figuram nas revistas internacionais como a Elle UK como “the season’s hot new shoe shape”, e há várias opções disponíveis, dos luxuosos Charlotte Olympia, passando pelo polêmico Jeffrey Campbell e até democráticos modelos Asos e Topshop Unique.

 

 

 

 

Uma tendência que por enquanto parece agradar apenas aos mais modernos, mas quem sabe no verão que vem não veremos por aqui.

Let’s stay tuned! Vou contando pra vocês ;)

beijos, @recallage

12 de janeiro de 2012

Transparente

Em minhas pesquisas por aí, é recorrente a aparição de transparências.

Seja nas bolsas, em que o objetivo é colorir com o que há por dentro, seja em forma de cristas e pedras – igualmente translúcidas – adornando bolsas e sapatos.

Seems like a trend e embora algumas destas peças nem sejam de últimíssimas coleções, o desejo por elas e essa coisa, digamos, “cristalina”, continua vivo e circulando por aí.

 

beijos, @recallage

fotos: stockholmes, streetfsn, streetpeeper.

10 de novembro de 2011

Trend hunter: NWB

Quem aí já cansou de ouvir a expressão colour blocking e tendências de verão na mesma frase?

Se é que há desavisados, e já que quem avisa amigo é, você vai continuar ouvindo falar em colours em muitas frases onde também vai encontrar a expressão tendências de outono inverno.

Colours assim, nem tão blocking, mas que nos impõe um novo desafio com cara de tendência – brilhantemente entitulada como NWB pela última Elle Inglesa – e que significa nada menos do que Not Wearing Black.

Arrepiou? Se você tem medo de não resistir a se entregar aos frios tons invernais e ao preto “seguro”, a mesma Elle inglesa tem dicas ótimas pra um pequeno scape multicolorido:

1 – Dresses make it simple: A forma mais fácil de usar a tendência é através de vestidos, coloridos ou com texturas, e a mistura de cores e estampas.

(foto do desfile de Dries Van Noten que vale a pena ver na íntegra aqui, de tão lindo)

2 – Go for bright shoes: Embora o preto seja um grande coringa e funcione com tudo, a dica é deixá-los de lado por um tempo e pensar sobre tons como navy, verde garrafa e cherry. E se até aí você acompanha com disposição, pense também sobre pyton colorido ou pares brilhantes como metalizados e afins,como esse abaixo, Miu Miu.

3 – Bye Bye black coats: A sugestão é deixar de lado os casacos em tons de preto, cinza e navy e começar a pensar em algo mais 60’s, como as versões em laranja, Burberry e Prada inspired.

Tudo isso e assim tão cedo pra que a gente já vá refletindo e internalizando a idéia afinal, esse tal de NWB não é tão simples assim.

Mas mais importante que isso, a idéia é que a gente faça boas compras agora, de peças que vai continuar usando depois, já que fato é que as cores vieram pra ficar por algum tempo.

Beijos, @recallage

créditos: Elle october 2011 – elleuk.com e style.com

10 de junho de 2011

Customização de Luxo

Definitivamente o conceito de customização, subiu os degraus da pirâmide de consumo e atingiu o seu topo.

Primeiro a Louis Vuitton trouxe possibilidades de impressão de iniciais e monogramas em suas bolsas, malas e afins.

Agora a Prada – marca que por si só já é objeto de desejo – criou mais um brinquedinho personalizado pra gente querer muito.

É a Prada Private, que oferece a customização (ou personalização) de óculos, através da colocação de carácteres como as iniciais do seu nome e outros símbolos (como coração, caveira, @, etc), nos 2 lados das hastes.

Basta escolher o modelo e a cor da armação, e aquilo que queremos que um óculos feito especialmente pra nós, venha a ter.

Não é demais? Quem não quer personal Prada?

beijos, @recallage

29 de abril de 2011

Trend Hunter Califórnia #1 – Mix de listras + color blocking

Nem só de Coachella esta fashionista vive na Califórnia.

Por isso é claro que o roteiro da última viagem tinha que incluir – além das lindas paisagens da Big Sur e do deserto californiano – um circuito de consumo e trend hunter pra contar tudo aqui depois.

Vou fazer uma série de posts sobre tudo o que vi em São Francisco e Los Angeles (quando me esbaldei na Rodeo Drive!!!) que começa agora, com o MIX DE LISTRAS + color blocking.

Acho que a história começa com a Prada, que fez uma coleção abarrotada de listras de todas as larguras com fundos de tons berrantes (e às vezes até em paetês).

Dá uma olhada na Prada de Los Angeles:

Coisa ousada, como só uma Prada para iniciar, não é?

Mas acho que é de coisas ousadas que o mundo está precisando.

E a prova disso é a mistura de listras com listras (e não estou falando SÓ de listras diferentes numa peça só, mas de looks inteiros de peças listradas) OU listras + color blocking que inspiraram também outros estilistas hypes como a gente vê nas araras da Barneys NY* …

Na coolest do fast fashion, Zara (esta de São Francisco)…

…e é claro, nas ruas, vestindo e calçando os fashion lovers.

É mole ou quer mais?
Se o color blocking já era um desafio, imagine quando somado a punch lines!

Da Prada, não resisti e adquiri esta estola de pele bicolor – minha contribuição para a disseminação dessa tendência, kkkk.

Se qualquer dia vou fazer um mix disso tudo e sair por aí, ainda não sei, I’ll never say never, e a idéia não me desagrada.

E o quanto a você?

beijos, @recallage

* A Barneys NY é uma loja incrível, que na minha opinão tem a melhor curadoria de estilo e reúne o melhor mix das melhores marcas. Tipo assim, se você quer saber o que está rolando de bacana e não tem tempo de fazer um circuito fashion, vai na Barneys e você vai ver tudo o que interessa.
Agora o melhor: a partir de hoje a Barneys vende on line para o Brasil! Boa nova que você pode conferir aqui!

Fotos de vitrines: eu, minha cannon g12, e às vezes o maridão, @marciocallage, que sempre me dá uma super força!
Fotos de street style: www.stylesightings.com

Destaques

Busca

Arquivos

Blogroll

Tags

Calendário

abril 2014
S T Q Q S S D
« dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Newsletter

Muitas das imagens deste blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. nenhuma das fotos pertencem ao Pink About It, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver neste blog e você deseja sua remoção, favor enviar um e-mail para renata@pinkaboutit.com que prontamente a retiraremos do ar. Obrigada!!!